quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Como concretizar, 2012. Parte 6.


Como concretizar, 2012. Parte 6.

 

Recepção e seiri.

Os convidados chegam ao local do evento. Participar a reunião budista não está no repertório deles. Então começam reparar, localização, casa, instalações, ambientes, pessoas. Principalmente recepcionistas. Se eles têm aspectos bons, comportamentos  educados, sorridentes etc. Primeira impressão é que fica. Através dessas impressões querem avaliar o budismo.

         Elaborar os atendimentos padrões, treinar os integrantes deste setor.

         Fazer as fichas dos convidados, para acompanhamento posterior e fichário em ordem alfabética.

         Não incomodar os convidados, não é necessário preencher todos os itens na hora, nome do convidado e do apresentador, basta. Mais tarde no momento oportuno preencha o resto. Recepção deve fazer os esforços extras que de 2ª vez em diante, os convidados sejam chamados pelos nomes. Esta prática aproxima muito os convidados para o budismo.

         Para facilitar a integração e convidados sintam em casa, coloque a todos os participantes crachás com nome da guerra, dividido em cores: convidado – vermelho,  apresentador - amarelo, comissão – azul.

         Reserve quantidade razoável de assentos para os convidados e apresentadores, pois, eles nem sempre chegam na hora.

         Seiri deve conduzir os convidados com os respectivos apresentadores, nos melhores lugares disponíveis do evento com todo carinho.

         Prestar atenção no público, se falta assentos, se alguém passa mal, se crianças fazem barulhos etc. Afim deque o evento corre com tranquilidade.

Coordenador de acompanhamento.

Haja alguém muito consciente do objetivo dos eventos, e observador em todos os detalhes, fazendo o papel de coordenador de acompanhamento de cada detalhe dos convidados. Ele organiza as visitas posteriores, quem vai? Quando vai? onde é? etc.  Definindo a hora de fazer entrevistas e concessão de gohonzon. Se for bom fisionomista, ajuda muito. Se não for, dedique para tornar um.

Através do fichário dos convidados, organizações deverão fazer acompanhamentos, de visitas, convencer os familiares, estudar o local de consagração etc.

Movimentação nas organizações.

Convencer os responsáveis das organizações, principalmente seus superiores é fundamental. Deve dialogar com os  4 divs. de cada níveis. Se você abreviar pode dificultar as realizações. Persista, pois há pessoas que não fazem e não deixam outro fazer.

Alto nível do conteúdo é um item importante para o sucesso. Isto não depende só da qualidade de apresentação.

Casa cheia é outro fator importante. Portanto, divulgue e convença todos façam chakubuku. Incentive calorosamente que cada um desafie e traga os convidados. Assim criando grande movimentação em toda organização, utilizando todos os recursos disponíveis.

Com a instituição de este “encontro de amizade”, os trabalhos dos apresentadores ficam mais fáceis. Não expliquem nada, simplesmente  convidem para os encontros. Quanto mais que você explique eles perdem motivos de estar nos eventos.

“Você não quer ir a encontro de amizade para conhecer o budismo?”, ”Você não quer mudar de vida?  Então vamos comigo! Lá o instrutor explica tudo.”  Qualquer um pode falar isso, não pode ?

Os membros recém-convertidos, aqueles que ainda não convertidos, crianças da DE, podem ser apresentadores.

Existem pessoas que vem dar uma olhadinha nos eventos, para ver se vale a pena trazer seus convidados, amigos, parentes. Portanto não descuide os níveis dos conteúdos.

Além de fazer novos chakubukus, em larga escala, os encontros tem efeitos de despertar membros desanimados e afastados, até para os ativos influenciar ainda mais entusiasmados. Portanto, seria interessante aparecer na programação, em vez de como ”Reunião de chakubuku”, como “Encontros de membros e convidados”.

Sucesso de “Casa cheia” é uma comprovação de que realmente trabalharam bem.

Papel dos apresentadores.

Para os convidados que comparecem 1ª vez nos encontros, tudo é muito diferente e estranho. As amizades e a confiança que tem para os apresentadores são únicos e frágeis elos que liga nos eventos. Portanto, apoios e assistências dos apresentadores que sentam aos lados dos convidados são muito importantes. Dê esses carinhos e apoios a quem estão precisando, você também recebeu no passado.

No roteiro da programação consta treinamento das sutras. Os apresentadores devem levar alguns livrinhos de sutras para oferecer na hora do treinamento, se possíveis, dê de presentes com dedicatória nas contra capas, os convidados agradecem de coração e nunca esquecem deste carinho.

Para bom desempenho dos convidados  e  iniciantes, frequências de  encontros semanais dos eventos não são suficientes. É importante marcar já na primeira semana, uma visita de cortesia e amizade para encorajar e evitar de  sansho-shima entrar. Os apresentadores devem fazer os papeis de uma ponte vital para introdução das atividades das organizações de comunidades, distritos e divisões.  – continua...p/ parte 7.

Outubro de 2012.          Eiichi Sago.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário