terça-feira, 25 de dezembro de 2012

Como concretizar, 2012. Parte 14.


Como concretizar, 2012. Parte 14.

Funcionamento da vida humana. (10 estado da vida).

Alguém aqui já passou uma tristeza profunda?  Um estado de sofrimento agonizante?  No budismo, esta condição de vida chama se estado de inferno.

Alguém aqui já experimentou uma alegria muito grande? Uma alegria tão grande que você parecia está flutuando? O dia do seu casamento por  exemplo?  No budismo, isto se chama estado de alegria.

Estas tristeza e alegria foram provocados  por circunstâncias externas, mas, os estados de vida de sofrimento ou de alegria estão inerentes na sua vida, estão dentro de você. Já que estes estados de vida originaram do seu interior, você poderia extrair agora?  Um pouco difícil?  Certamente!  Você pode até lembrar  das emoções, mas, não seria mesma coisa. Por   que?

Porque faltam as circunstâncias que provocaram estes estados se evidenciarem das nossas vidas.

Neste evento, a circunstância que nos envolvem seria mais para o estado de tranquilidade ou do estado de absorção.

Se não há circunstâncias para os estados de inferno ou de alegria, nossas vidas não podem manifestar tais estados.

O budismo explica os funcionamentos de vida através de “10 estados de vida”.

De baixo para cima, inferno, fome, animalidade, ira. Estes 4 estados são denominados de 4 maus caminhos. A vida que manifesta frequentemente estes 4 estados são considerados como vida infeliz. Somando com mais 2 estados, tranquilidade e alegria, formam os 6 caminhos. Quando você vive uma vida sem esforço e sem empeno, ela estará circulando estes 6 caminhos.

O budismo não considera o estado de alegria como a felicidade que nós objetivamos, porque alegria, assim como outros estados são passageiros.

Depois, temos mais 4 estados mais nobres. São os estados de absorção, erudição, bodhissattva e finalmente, estado de buda.

São muitas circunstâncias que provocam os 9 estados na nossa vida cotidiana. Na grande maioria dos instantes da nossa vida, estamos circulando apenas em 9 estados.

O estado de buda é extraordinária força, coragem, sabedoria, persistência, resistência, forte espírito de luta, senso de justiça, inabalável crença frente dos problemas da vida. Compreensão e benevolência com outras pessoas.

Tudo isso está no seu interior, juntamente com outros 9 estados.

Mas, cadê as circunstâncias que possa evidenciar estes estado tão fortes  e bons?

A única circunstância que você evidenciar estes estados maravilhosos das profundezas da sua vida é o gohonzon de três grandes leis secretas.

A única maneira de evidenciar todas estas forças dentro de você é executar correta prática de Jigyo Keta.

Vamos orar e fazer bastante chakubuku com muita alegria no coração?

Objeto de devoção. (Gohonzon).

Papel escrito às letras que não sei ler, como é que pode conter tanta força?  Eu é que não sei nada do que escrito nele, pode funcionar também para mim?

Depende do que está escrito, um simples papel possui uma tremenda força.

·        Cheque sem fundo tem força de dar um grande dor de cabeça.

·        Escritura de imóveis, ordem de prisão, etc.

·        Passagem aérea faz você voar longe.

·        Testamento de herança escrita em alemão, dá direito. Uma nota de R$100,00 tem mesmo valor para quem não sabe ler.

Por tráz dos papeis escritos, as leis garantem seus poderes. O gohonzon é a expressão máxima  da lei do universo, portanto possui poderes ilimitados.

Gohonzon de casa e gohonzon dentro de nós.

Gohonzon é  a expressão da possessão mútua dos 10 estados (Jukkai gogu). e a concretização de 3 mil mundos na existência momentânea da vida. (Itinen sanzen).Nossas vidas também á a própria entidade de itinen sanzen, estrutura da mesma forma.

Os componentes dos 10 estados são exatamente mesmos, mas, a diferença está na composição e organização dos elementos.

Por exemplo, bolça de uma senhora tem tudo que ela usa, mas, nem sempre ela encontra o que quer no momento da necessidade. Gavetas, arquivos desarrumadas também podem dificultar as tarefas. Nossas vidas são como bolsas, gavetas e arquivos desarrumados, Tem de tudo, mas estão em desordem, pois nem sempre encontra o que procura.

Quando nós orarmos gohonzon, estamos arrumando nossa vida fazendo-se aproximar da vida do buda original,  Nitiren Daishonin de acordo com a sintonia mais perfeita, revelada na forma de gohonzon.

O sonho de voar.

Para entendermos melhor o extraordinário valor do gohonzon, vamos fazer uma comparação.

 Imaginem que o maior sonho do homem seja de voar. Voar tão livre no céu ilimitado, como se fosse um pássaro.

Para que esse sonho torne real, ele precisa de algo que o ajude de verdade.

Na realidade, muito mais do que simples sonho de voar, homem tem a necessidade de aprender viver feliz e viver esta vida com plena satisfação.

Diante desta necessidade real, ele procura várias religiões.

Entre eles, há muitas que não respeitam a lei de causa e efeito. Eles convidam o homem para o mundo de ilusões, como se tudo fosse uns contos de fadas ou mitologias. Pode até parecer interessante e bonito, mas. Nada de concreto poderia ser produzidos, diante de uma realidade.

Para quem tem objetivo de voar de verdade, contos de fadas ajudam em algumas coisas? A reposta é não, evidentemente!

Os ensinos provisórios são como projetos de peças de avião.

 Apesar de conter verdades parciais, Estas peças sozinhas não tem valor para realizar sonho de voar do homem.

O sutra de lótus, o mais elevado e profundo ensino do sakyamuni, é como se fosse o projeto de avião, apesar de que teoricamente esclarece toda estrutura da vida humana e do universo.

Entretanto ele não passa de projeto. Projeto não pode levar o homem para o céu. No budismo de Nitiren Daishonin, objeto de devoção, o gohonzon é o próprio avião, pronto para voar.

Abastecendo o combustível de fé, prática , estudo, ele pode levar o homem ao céu ilimitado profundo azul,  cheio de realização e felicidades. Não é maravilhoso?

Estes eventos de encontro de amizade é como se fosse escola de pilotagem. Enquanto os senhores estão numa fase provisória de experiência, com prática provisória, estão no simulador de voo, estariam fazendo um voo virtual.

Se o aprendizado da pilotagem é tão gostoso, e o voo virtual do simulador é tão maravilhoso, Imaginem quanto os senhores ficarão felizes quando receberem o avião em casa. Daí saírem voando livremente no céu ilimitado da verdadeira felicidade.

Vamos fazer uma forte determinação de quanto antes recebemos este gohonzon em suas casas.

Fim da parte, 14.  Continua na parte 15.  Novembro de 2012.   Eiichi sago.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

d

 

 

 

 

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário